Cidadania no ar
Busca:

ESTRANHA CONQUISTA

 


Estranha Conquista

Hoje eu acordei
De um sono que não veio
Conseqüência de uma noite
Que não escureceu
Mais uma vez.

De meus olhos lágrimas
E de minha boca
Palavras tristes
Feriram a alma.
Cansaram meu ser.

De onde veio tanta dor?
Se Deus me emprestou
Um corpo. Um lugar
E nem tudo me pertence
Então porque só esta dor...

Onde ir ...
Ou  aonde  achar
um sorriso.
Hoje , só esta dor...
A  estranha
Que me pertence.

Zuleide Soares, São Paulo - SP.
Novembro/2012

Os comentários estão fechados.

Cidadania no ar - todos os direitos reservados