Cidadania no ar
Busca:

O MINISTRO E A PROFESSORA

 

 

amanda-gurgel-foto

 

Noticias das mais comentadas na semana passada, o rápido enriquecimento do ministro Antônio Palocci, com o faturamento astronômico de sua empresa em ano eleitoral, e o caso da professora Amanda Gurgel, do Rio Grande do Norte, que sem intenção de fazer política analisou a situação da educação no Brasil, sem constrangimento algum e com poucas palavras, têm muita relação. O País, que se diz grandioso e pretende ser um líder mundial, não tem estrutura para oferecer a seus jovens cidadãos uma vida futura decente.E não há, na verdade, nenhuma intenção de fazê-lo, pois isso proporcionaria uma vida inteligente a pessoas que, como agora estão, só se vão preocupar com a própria sobrevivência e nada mais. Grandes empresas usam os serviços de “consultores” que conseguem abrir caminhos propositalmente complicados. E para faturar muito pagam regiamente por isso. Não há nenhuma dúvida: o País não terá nunca cidadãos de primeira classe com o tipo de mentalidade que temos. E os políticos, de todos os partidos, não querem de fato que os brasileiros se desenvolvam intelectualmente, pois não sobreviveriam.

Maria Tereza Murray
terezamurray@hotmail.com
São Paulo-SP

O estado de S. Paulo 22 de maio de 2011

Deixe um comentário

Cidadania no ar - todos os direitos reservados