Cidadania no ar
Busca:

Dicas

« Posts Mais Antigos

70º ANIVERSÁRIO DA FUNDAÇÃO DORINA

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Chegar aos 70 anos é sempre muito
marcante, não é mesmo?!

É por isso que 2016 será um ano cheio de atividades em celebração ao 70º aniversário da Fundação Dorina!
E contamos com a sua presença! Confira abaixo a nossa programação especial do mês de março e programe-se para estar conosco, você faz parte de história!

CULTO ECUMÊNICO

11/03/2016 às 10h
Igreja São Francisco
R. Borges Lagoa, 1209
Vl. Clementino – SP

*Entrada Gratuita

CONCERTO AMOR E HUMOR
16/03/16 às 20h30
Espaço Sociocultural CIEE
Rua Tabapuã, 445
Itaim Bibi – SP
Ingressos: R$ 40,00
*A venda na Fundação Dorina (11) 5087-0968 ou no teatro, no dia do evento, a partir das 19h.
SESSÃO SOLENE
21/03/2016 às 10h
Plenário Juscelino Kubitschek
Av. Pedro Álvares Cabral, 201
Moema – SP

*Entrada Gratuita

8º BAILE PRÉ-CARNAVALESCO DA ADEVA

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Coloque sua fantasia e venha se divertir no 8º baile pré-carnavalesco da ADEVA 

 

CARNADEVA 2016

Data: 30/01/2016 (sábado)

Horário: das 16h às 21h

Local: ADEVA – rua Dr. Tirso Martins, 211, Vila Mariana  (Metrô Santa Cruz)

Concurso  com premiação para as melhores fantasias e para os foliões mais animados.   

Adquira seu convite ligando para telefones 5084-6693
ou 5084-6695

Preço – R$ 10,00

Compra antecipada R$ 5,00

Crianças até 12 anos não pagam

Associação de Deficientes Visuais e Amigos – ADEVA
Márcio – tel. 11 5084-6693 ou 5084-6695 

 

O ENVELHECIMENTO DAS PLATEIAS: PAIS AUSENTES

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

O envelhecimento das plateias: pais ausentes

Alvaro Siviero

08 dezembro 2015 | 15:16

Copenhagen concert hall audience

Sou fã do filme Mr. Holland Opus, a estória de um carismático e idolatrado professor de Música (com o excelente Richard Dreyfuss no papel principal) que, após tantos anos de labuta, é demitido. “Você pode cortar o quanto você quiser do currículo de artes, Jim, mas chegará um dia em que os alunos não terão mais sobre o que ler ou escrever”, dispara. E a luta deste dedicado professor, contra tudo e contra todos, se inicia. “Não, eu não estou falando sobre o meu emprego, mas sobre a educação que os alunos merecem receber”, afirma Mr. Holland ao board da Kennedy School. Um filme tocante, que vivamente aconselho. Chorei um bocado ao final. Essa situação – em um paralelo de cara e coroa da mesma moeda – fez-me pensar no que afirmou o compositor Paul Hindemith, ao afirmar que “chegará um momento em que o número de músicos profissionais crescerá mais e mais, a cada dia, mas sem plateias que os prestigiem”. A afirmação pode soar interesseira, dado que – mesmo em plano meramente egoísta – músicos necessitam de plateias a quem manifestem sua arte, fonte de sua remuneração e subsistência. Mas se enganaria quem assim o entendesse. O desafio é outro.

Há muita gente boa no mercado musical profissional: gente talentosa, focada e bem sucedida profissionalmente.  Outros, em grande quantidade, lutam por um lugar ao sol, enfrentando concursos internacionais, aguardando aquele empurrão mágico da sorte e da visibilidade que os faça despontar. Outros – ainda em maior quantidade – são jovens estudantes, extremamente comprometidos, que investem horas diárias em busca de um patamar artístico. Na China, por exemplo, estima-se que mais de 50 milhões de jovens chineses estejam recebendo aulas de piano (algumas fontes chegam a afirmar 80 milhões). A competição é enorme, sem falar de outros instrumentos e de tantos outros países. Sim, o mercado é abundante.  O mesmo, talvez, não se afirma de plateias que aparentam desgastar-se, envelhecer e diminuir com o passar dos anos, sem a necessária reciclagem esperada.

É fato que o homem, como necessidade vital, necessita de experiências que revelem o sentido de transcendência e de Beleza da vida. Há, infelizmente, pais ausentes e esquecidos de que a educação integral de seus filhos não se faz por transferência de responsabilidades. Não se educa transferindo deveres a estranhos, mesmo pertencentes a uma instituição escolar. A escola não é a responsável última pela formação de uma família: os verdadeiros responsáveis são os pais. A escola tem seu papel de co-participação, até mesmo de apoio e de trabalho coadjuvante. Nada mais do que isso. O processo educacional e de capacitação cultural das gerações futuras, em função do comportamento dos pais, pode seriamente se comprometer quando, os próprios pais, os atores principais, não vão à frente dando exemplo. Educar não é mandar um filho para a Disney. Educar é refinar. Educar é polir. Educar é, em última análise, colocar e colocar-se em contato com essa zona íntima e especial que trazemos dentro do coração e que nos impele a ser melhores – não somente nos âmbitos da Matemática, Geografia, História, aprendizagem de idiomas, entre outros – mas, fundamentalmente, como seres humanos. As escolas – muitas – encontram-se assim: per-di-das! É contundente – e claro – o depoimento do vídeo abaixo, entre tantos existentes, dos desvios que, mesmo munidos de reta intenção, os desmandos ideológicos educacionais podem ocasionar:

 

A presença de tantos turistas nos Museus Vaticanos, no Louvre, em uma cidade como Veneza, Viena, em exposições nacionais, em museus, e até mesmo no enriquecimento discreto que traz uma boa leitura, confirma a direção ao qual aponta o ser humano. O ser humano normal. Os Big Brothers da vida, o aviltamento de alguns programas de auditório, as novelas – a queda vertiginosa de audiência é a maior prova de sua rejeição – repletas de traição, vingança, ódio e sexo barato, entre outros, são a contraprova de uma ideologia do entretenimento barato que embrutece, que caleja e que guarda relação direta e imediata ao desinteresse por valores culturais sólidos. O envelhecimento de uma plateia é consequência do processo educacional desastrado e do entretenimento nível rebolation. Caro leitor, pai e mãe de família, você sabe exatamente o que está ocorrendo com seus filhos?

Não se trata de ser careta, trata-se de ter bom senso. Qualquer pai atento percebe que muitas instituições denominadas “escolas”, hoje, ensinam de tudo, menos o que devem. Preparam para tudo, até mesmo para o que não é devido. A falta de Educação e suas consequências na Cultura caminham de mãos dadas.

Fica aqui uma sugestão aos pais: sendo vocês participativos e atentos – paternidade responsável – não se esqueçam de que seus filhos são o futuro da geração cultural do país. Educa-se com investimento de tempo e de conteúdo qualificado. Educa-se com o diálogo e com a inclusão de ideias solidas. Se as escolas públicas não cumprem sua função educadora, resta aos pais – os verdadeiros protagonistas deste processo – suprir esta deficiência e, sendo o caso – porque não? – buscar outra escola. Para aqueles pais realmente preocupados em formar seus filhos dentro da cidadania, do refinamento e da sensibilidade própria das relações sociais, faço outra sugestão: levem seus filhos a uma sala de concertos. O idioma “Música” é um idioma mais forte e poderoso que o inglês, mais cultuado nas relações comerciais e de negócio. Mas a vida não é um negócio. Além disso, a Música estimula o desenvolvimento e o potencial cerebral, aumenta o sentido crítico, a capacidade de concentração, desenvolve a aprendizagem em um processo onde pensamos por conta própria. Forma-nos como cidadãos independentes.

Para as escolas e “pedagogos” que transformaram o sagrado da profissão em investimento que embrutece, em ideologia que emburrece ou em viés de puro entretenimento barato e de discurso politicamente correto, não se esqueçam que vocês estão deformando o futuro, talvez por vocês mesmos terem sido vítimas desta manobra educacional falha. Aos que quiserem repensar o próprio comportamento, fica minha dica: assistam a um bom concerto!

Estou convencido de que plateias novas surgirão, em conjunto com um rejuvenescimento de sólidos valores, em um futuro muito breve. Depende de mim. Depende de você.

O NATAL ESTÁ CHEGANDO

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Meus amigos, parece que não, mas é verdade. O Natal está chegando. Como sempre estou ajudando algumas crianças, mas desta vez será bem diferente.

No dia das crianças fomos até a Baixada do Glicério em São Paulo e as crianças de lá estão literalmente na rua, não tem nenhum um teto para morar. Fomos entregar doces e alguns brinquedos e uma criança me pediu COMIDA.  Fiquei arrasada!

Acreditamos que tenha mais de 200 crianças por lá. Preciso da ajuda de vocês para fazer o Natal delas menos triste. Iremos arrecadar brinquedos novos ou usados, roupas também e pretendemos fazer um almoço para as crianças e os adultos que estão por lá.

Quem puder colaborar responda este e-mail, preciso tanto dos objetos como de doação em dinheiro para mantimentos para fazermos a comida.

Bjs e obrigada a todos!!!

Andrezza Domingues
adomingues@prefeitura.sp.gov.br

 

 

BAILE ÉRIKA KAWAHASHI

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Música ao vivo com a Profª, tecladista, cantora e jurada Érika Kawahashi, Issamu Music Show e Personal Dancers da Academia Dançando na Lua.

Ritmos: Bolero, Samba, Gafieira, Tango, Forró, Country, Valsa, Chá Chá Chá, Rumba, Balada, Bachata, Polca, Marcha, Salsa, etc.

Associação Miyagui do Brasil(Rua Fagundes 152, Metrô São Joaquim)

Informações: 11/2578-3829 e 99827-9925 e-mail erika.kawahashi@yahoo.com.br 

O que significa cidadania?

sábado, 3 de outubro de 2015

CONCURSO CULTURAL 70 ANOS – FUNDAÇÃO DORINA NOWILL PARA CEGOS

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

CONCURSO CULTURAL 70 ANOS – FUNDAÇÃO DORINA

A Fundação Dorina Nowill para Cegos lança o “Concurso Cultural 70 anos” em 21 de setembro de 2015, o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência. Essa é uma das ações que antecipam as comemorações de aniversário da instituição, fundada em 11 de março de 1946, por Dorina de Gôuvea Nowill. O objetivo da campanha é envolver pessoas de todo o Brasil na escolha de um slogan que será aplicado em toda a comunicação visual do ano comemorativo. As frases devem ser formadas por até 8 palavras e enviadas até o dia 03 de novembro de 2015 por e-mail (70anos@fundacaodorina.org.br), com o assunto “Concurso Cultural 70 Anos”, ou carta para Rua Doutor Diogo de Faria, 558 – Vila Clementino – CEP 04037-001 – São Paulo (SP), A/C Concurso Cultural 70 anos. Uma comissão julgadora irá avaliar as frases enviadas e o vencedor, anunciado no dia 13 de Dezembro de 2015, Dia do Cego, ganhará um smartphone. O slogan será divulgado já aplicado em peças de comunicação no site, fanpage e Revista Falada da Fundação Dorina, além da imprensa. O regulamento pode ser consultado pelo site: http://www.fundacaodorina.org.br/novidades/novidade/?id=3079&/concurso_cultural_70_anos.

1º DE OUTUBRO, DIA DO IDOSO

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Campanha Permanente de Fraldas


  O   Estatudo do Idoso completa 12 anos; foi um avanço para garantir os direitos dos cidadãos com 60 anos ou mais;  mas muito ainda precisa ser feito para que se cumpra o que o estatuto determina, sendo necessário o trabalho do Estado e de toda sociedade.

a  Assumme , no cumprimento da sua missão estatutária de trabalhar em prol dos idosos carentes, especialmente os institucionalizados, com regularidade mensal  leva alimento para o corpo e para o espírito através da ajuda material, assessoria e interações lúdicas nos abrigos, tendo a música popular como estandarte.

Um dos problemas encontrados nos abrigos menores é o déficit de fraldas geriátricas, e nesse dia do idoso estamos lançando a Campanha Permanente de Fraldas;  temos certeza de que com sua ajuda, conseguiremos ao menos minimizar o problema. Veja como colaborar:

1) Fazendo doações pontuais ou regulares (mensalmente).

* Preferível tamanhos “M” e “G”

Pontos de arrecadação:

  1. Av. Moaci, 313 – Moema – Sede da Assumme / Auto Escola Barros
  2. Rua Antonio Gil, 1067 – Jardim Prudência, próximo à 43ª DP, com Sandra Weber
  3. Rua Laplace, 1872 – Brooklin – MICROCAM, com Elisa ou Rubens
  4. Av. Santa Catarina, 1383 – Vila Mascote, com Souza Daviola

* Possibilidade para retirar: contate pelo WatsApp / Nextel (11) 99692-0038 – contato@assumme.org.br

2) Comprando e mandando entregar na Assumme.

 Av. Moaci, 313 – Moema – São Paulo – SP – CEP:04083-000.

* A Assumme tem fornecedor a R$1,00 a unidade; se preferir pode depositar na conta da instituição <> Assumme CNPJ: 20.499.475/0001/81.

Ítau: 0360/07.777-0 / B.Brasil: 1545-8/21.537-6, que faremos a compra.

3) Conseguindo mais pontos de arrecadação, divulgando a campanha, e formando grupos de amigos para arrecadar. 

​”Em grupo você faz o que sozinho seria incapaz”


37ª FESTA DO VERDE

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ENTIDADE FILANTRÓPICA DE AMPARO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

SEDE DA KIBÔ-NO-IÊ : TRAV. HIDEHARU YAMAZAKI, S/N DA ESTRADA do TRO0NCO (altura do km. 206 da Via Dutra)

www.kibonoie.org.br
facebook.com/kibo.noie.7

 

LA MÁQUINA DE ESCRIBIR

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

La máquina de escribir. L. Anderson. Dir: Miguel Roa. Máquina de escribir: Alfredo Anaya

Enviado por Roberto Boscarriol;, São Paulo – SP.

Cidadania no ar - todos os direitos reservados